sexta-feira, 21 de março de 2008






O camarada Jerónimo parece preocupado com os jogos olímpicos de 2008, a realizar no maior país capitaliopscomunista do mundo. Segundo o camarada, líder DO PARTIDO, os Tibetanos, esses grandes marotos, estão a aproveitar o evento para aumentar a tensão em relação às questão Tibetana.

De que lado está o PCP afinal ? Da liberdade de um povo que, como o timorense, tem o direito a ver-se livre do libélo duma ditadura baseada na escravidão e na pena de morte, ou do lado dos seus "camaradas" chineses, que construiram o país onde o capitalismo atinge a sua máxima brutalidade?

É claro que os Tibetanos, que não nasceram ontem, fazem como todos os bons políticos e também como fez o PCP antes e depois do 25 de Abril: aproveitam, e bem, os momentos históricos de maior tensão e conflito para fazer passar a sua mensagem, que é uma mensagem de liberdade e de confronto com a potência colonizadora.

Para quem está sempre tão preocupado com a consituição portuguesa, Jerónimo devia ler novamente a parte em que se diz que Portugal é contra o colonialismo. É que foi com os votos do partido dele que tal menção foi aprovada.

O imperialismo cega mesmo, e Roma (Beijing) não perdoa aos seus traidores.