quinta-feira, 3 de julho de 2008

Libertação

Ponto prévio: Solta-se sempre em mim uma euforia quando alguma noticia começa com a palavra "libertação".
Neste caso, trata-se da libertação de 5 reféns das FARC, entre as quais a já famosa Ingrid Betancourt. Sabe-se o papel da venezuela e do movimento liderado por Chávez em todo este desfecho, sabe-se do valor real, mas também simbólico deste acto.
Tenho a sensação de que o silêncio dos opositores de Chávez, sobretudo os internacionais, vai ser absoluto, como a absoluta é a hipocrisia dos que sempre usam dois pesos e duas medidas.
A luta dos justos faz sempre o seu caminho.

3 comentários:

Fausto disse...

Sabes que não concordo absolutamente NADA com os métodos das FARC - mas esta "libertação" está a ser aproveitada ao máximo pela (voz do dono)- a imprensa do Capital.

Paralelamente, votou-se uma cínica moção no Parlamento de "congratulações" pela libertação da Ingrid sem uma menção aos assassínios de sindicalistas e activistas de esquerda às mãos de Uribe, sem a menção aos paramilitares, aos narco-traficantes, às ligações de uribe ao narcotráfico (investigadas pela justiça colombiana), à militarização do país com plena presença militar americana, aos bombardeamentos a países vizinhos, às centenas de prisioneiros das FARC nas mãos do estado colombiano, às sevícias de que são alvo, à sua "taxa de suicídio", etc., etc., etc...

Infelizmente, para lá do CDS, PSD e PS, também os Verdes(?) e o BE se juntaram "à luta anti-terrorista" que o governo americano promove ao terem votado favoravelmente tal proposta de voto...

Beezzblogger disse...

...demarcando-se o PCP desse voto, ao não aceitar o título de "terroristas" aplicado ás FARC...

Abraços do Beezz, e parabéns pelo blog, está magnífico...

david santos disse...

Bem, nos dias de hoje, as FARC já deviam estar preparadas para outros métodos. Os métodos utilizados pelas FARC, hoje estão gastos. Velhos, mesmo. Para além de serem anti-humanos, não conseguem criar popularidade nem chegar perto do poder.
Quanto à Ingrid, ninguém duvide, o resgate foi feito com dinheiro do terrorista Bush e de outras mandinganças. O QUE AS "NOSSAS" TELEVISÕES mostram, não passa de mais uma montada pelos vigaristas ocidentais a mando do Terrorista Bush. Não vale a pena estarmos a perder muito tempo, já hoje se saberá mais alguma coisa. Mas, sinceramente, eu estou contente pela libertação da Ingrid. Só que eu sei que ela foi libertada por outros, não por aqueles que nos tentam impingir. Esses foram os que pagaram. Ninguém pense que as FARC estavam ali de braços abertos para entregar a "broa" sem receber a massa. Porque os reféns não foram libertados. Foram comprados.
Mas antes assim. É melhor o terrorista Bush gastar dinheiro ou pagar para que se liberte uma pessoa do que gastá-lo em guerra que é o que esse terrorista mais bem sabe fazer.
Vamos esperar umas horas, não mais.
Abraços